anúncio

Saúde de verdade e maior longevidade para o seu cão e gato

5 Sinais de que seu cão tem alergia alimentar

Ter um cachorro com problemas de alergia pode ser extremamente frustrante … para você e seu cachorro. Alergias significam:

  • Comichão na pele
  • Infecções de ouvido recorrentes
  • Coçar sem parar orelhas, patas, rosto, costas

Seu veterinário pode ter prescrito uma dose sazonal de algum antialérgico, mas a coceira persiste. Talvez alimente seu cão com mais Ômegas para hidratar sua pele. Você espera, mas as irritações sempre voltam.

As alergias são respostas do sistema imunológico em que o corpo do seu cão fica um pouco confuso em resposta a um gatilho. E não importa o que você faça para tratá-los, se você estiver expondo seu cão a alérgenos, os problemas e desconforto continuam. Por isso, apenas tratando os sintomas, você não consegue chegar à causa da alergia.

Abaixo estão alguns sinais comuns, mas pouco conhecidos, de que seu cão pode estar sofrendo de alergias alimentares.

alergia alimentar em cão

1. Infecções de ouvido crônicas

Infecções de ouvido frequentes, significando mais de 2 ou 3 tratamentos por ano. Elas são um sinal revelador de uma alergia alimentar. E, embora infecções fúngicas, ácaros da orelha e ‘ouvido de nadador’ possam ser causas comuns de infecções de ouvido, infecções de ouvido que persistem ao longo do ano podem indicar uma alergia alimentar.

Sinais de alergia nas orelhas de seu cão:

Mau cheiro, pontos pretos ou marrons no ouvido. O cachorro costuma balançar a cabeça persistentemente e coçar a orelha irritada. A limpeza frequente (várias vezes por semana) faz pouco para prevenir novas ocorrências. Você pode ter tentado pomadas óticas de venda livre sem sucesso, pois elas tratam os sintomas, mas nem sempre resolvem vão à raiz do problema.

O que pode significar: alergia alimentar

Mas primeiro exclua: ácaros da orelha, infecção por fungos ou água (cães que nadam são propensos a isso).

Experimente:

  • Uma solução ótica caseira feita de água purificada 50/50 e vinagre de cidra de maçã orgânico para limpar o ouvido.
  • Limpe dentro da orelha com uma bola de algodão embebida em hamamélis, que pode reduzir a inflamação e dar algum alívio ao seu cão
  • Se as infecções de ouvido persistirem, tente uma dieta de eliminação de alimentos ou um teste de alergia alimentar para identificar o alimento desencadeador.
alergia alimentar em cão

2. Unhas com aspecto vermelho ou marrom

Isso é mais fácil de observar em cães com unhas brancas, como as raças dálmatas, boxers, buldogues e spaniels.

Sinais de alergia: você pode notar que a base das unhas do seu cachorro está vermelha, até mesmo com aparência de sangue. Este é o sinal de uma resposta imune inflamatória. As unhas brancas do seu cão devem ser brancas rosadas. Unhas de aspecto vermelho, marrom ou marrom-avermelhado indica que algo está acontecendo. As unhas podem estar sensíveis e seu cão parece coçar ou lambê-las com frequência.

O que pode significar: alergia alimentar

Descarte primeiro: lesão na pata e distúrbios da tiroide.

Experimente: por ser sistêmico, você deve realizar uma dieta de eliminação de alimentos para identificar o alimento desencadeador. Mantenha o espaço entre os dedos do seu cão limpo, usando uma bola de algodão embebida em hamamélis.

alergia alimentar em cão

3. Escurecimento em torno dos lábios

Isso é mais perceptível, novamente, em raças com pelo branco. Você notará que seus lábios, pés ou pele estão rosados ​​e inflamados. Isso pode indicar uma colonização de fungos, geralmente desencadeada por uma alergia.

Sinais de alergia: Lábios, papadas e dedos dos pés podem estar vermelhos, rosados ​​e inflamados. O cão coça com frequência.

O que pode significar: alergia alimentar.

Descarte primeiro: infecção por fungos ou queimaduras solares (sim, os cães também podem sofrer queimaduras solares!)

Experimente: limpar a área com uma mistura 50/50 de água purificada e vinagre de cidra de maçã orgânico.
Você também pode adicionar vinagre de maçã (1/4 a 1/2 colher de chá por dia) à água ou comida do seu cão para reduzir a acidez e “desencorajar” os fungos.
Evite muitas soluções de uso veterinário, como produtos à base de peróxido de benzoíla, que podem ressecar a pele, aumentando a irritação.

alergia alimentar em cão

4. Coceira na pele, barriga vermelha, pelagem opaca

Juntos, esses sinais podem indicar uma alergia. Seu cão coça constantemente sem alívio, possivelmente causando queda de pelo nas áreas afetadas.

Sinais de alergia: a pele sob o pelo é vermelha ou rosa, seca e inflamada. Nenhum alívio com banhos, condicionadores ou medicamentos antialérgicos de venda livre. Arranhões excessivos e quase constantes.

O que pode significar: alergia alimentar

Descarte primeiro:

Resíduo de xampu. Resíduos de xampu na pele do seu cão são uma das principais causas de dermatite de contato e geralmente se resolvem mudando para um xampu mais suave e enxaguando bem. (Se você não tiver certeza se enxaguou bem, tente este truque: lave seu cachorro com xampu até achar que acabou. Em seguida, enxágue mais duas vezes por segurança!). Xampus que contêm cores artificiais e fragrâncias podem causar irritação. Tente mudar para uma solução apropriada para a espécie e totalmente natural para o seu cão, como aquelas que contêm vinagre de maçã ou óleo de coco.

Alergia a pólen: seu cão também pode ter uma alergia a pólen; tente enxugá-lo com um pano úmido toda vez que ele entrar para eliminar a exposição a esse agente.

Pulgas: certifique-se de que seu cão não tenha pulgas, pois a dermatite alérgica a pulgas também pode causar irritação na pele.

Experimente: tratar os sintomas aplicando o gel de uma folha de aloe vera nas áreas afetadas até 3 vezes por dia,
ou faça uma pasta de bicarbonato de sódio e água. Misture 1 colher de chá de bicarbonato de sódio com algumas colheres de sopa de água para formar uma pasta; aplique à área afetada. Para cães que não têm alergia a grãos, você pode fazer uma “papa”de aveia com pó de aveia e água para acalmar a pele.

alergia alimentar em cão

5. Olhos lacrimejantes

Sinais de alergia: cães que frequentemente coçam os olhos, têm secreção pegajosa ou canal lacrimal entupido podem ter produção lacrimal em excesso. Isso causa manchas e irritação.

O que pode significar: alergias alimentares ou ambientais.

Descarte primeiro: trauma ocular.

Experimente:

  • Limpar suavemente os olhos do seu cão com uma toalha morna e úmida (limpa) pelo menos uma vez por dia. Mantenha a área limpa.
  • Chá de camomila. Faça uma pequena quantidade de chá de camomila, deixe esfriar, depois esprema o excesso de água do saquinho de chá e use-o levemente no olho para acalmar a irritação.
  • Colírios homeopáticos também podem ajudar.

É uma boa ideia consultar seu veterinário ou um um oftalmologista veterinário se os problemas oculares persistirem.

alergia alimentar em cão

Mudar a dieta pode ajudar

Esses pequenos sintomas podem indicar em grande parte uma alergia não tratada. Considere mudar de uma ração processada para uma dieta crua ou caseira. Isso reduz a quantidade de aditivos, grãos e componentes artificiais na dieta do seu cão.

Mas lembre-se: comer alimentos crus não garante que não haja alergia. Se o seu cão é alérgico a batata-doce e manteiga de amendoim, nenhuma quantidade de hamamélis no mundo vai resolver esses problemas se ele estiver comendo batata-doce e manteiga de amendoim diariamente. Consulte a tabela abaixo para obter uma lista de alérgenos comuns com os quais você pode estar alimentando seu cão.

Alérgenos alimentares comuns

Muitos desses alimentos são encontrados em alimentos comerciais para cães e facilmente usados ​​em dietas cruas caseiras. Fazer um teste de alergia alimentar pode fornecer informações importantes sobre como manter seu cão mais feliz e saudável.

GRÃOSmilho, trigo, arroz
PROTEÍNASfrango, carne bovina e ovos
RAÍZEScenoura, batata, batata-doce e inhame
LEGUMESlentilha, feijão, ervilha, soja e amendoim
LATICÍNIOSleite, iogurte e queijo
ALIMENTOS GENETICAMENTE MODIFICADOSsoja, alfafa, milho, abobrinha, mamão papaia, leite, abóbora amarela
alergia alimentar em cão

Teste para alergias

É uma boa ideia fazer um teste de alergia ambiental, um teste de alergia alimentar ou uma dieta de eliminação de alergia alimentar. Seu veterinário pode fazer um teste de saliva para medir anticorpos contra alérgenos alimentares comuns para ajudá-lo a identificar rapidamente a origem da irritação de seu cão. Esta é uma forma não invasiva e eficaz de determinar alergias alimentares.

Dieta de eliminação de alimentos

Uma dieta de eliminação de alimentos é outra forma não invasiva de testar a comida de gatilho do seu cão. Isso demanda tempo (4 a 6 meses), pois você leva a dieta do seu cão de volta ao essencial, removendo todos os alérgenos comuns listados na tabela acima. Depois de uma ou duas semanas com essa dieta básica, reintroduza lentamente novos alimentos (um por semana), observando se há mudanças no comportamento ou na pele.

Dedicar algum tempo para descartar alergias alimentares pode economizar tempo, dinheiro e desconforto para você e seu cão.

Este texto é uma tradução adaptada do artigo “5 Signs your dog has food allergies”, do portal Dogs Naturally Magazine.

Aviso de segurança:A PetMe é um site meramente informativo. Portanto, todas as informações, dicas e sugestões nele contidas não substituem, em absoluto, consulta a qualquer especialidade médico-veterinária.

ATENÇÃO: A dieta crua só é recomendada para cães e gatos saudáveis. Caso queira mudar de alimentação do seu gato, é prudente que você o leve para uma consulta no veterinário e faça os exames necessários. Para cães e gatos com qualquer problema de saúde, o ideal é um acompanhamento mais próximo de seu veterinário e uma prescrição de dieta individualizada.

Alimentação Natural

A Prevenção é sempre o melhor remédio. E a Nutrição é a base de uma ótima saúde. Entenda como Alimentação Natural pode desempenhar um papel fundamental na prevenção das doenças que tiram o sono de nós, tutores de cães e gatos.

Medicina Veterinária Integrativa

Como tutores de cães e gatos, devemos garantir que nossos pets tenham acesso ao melhor atendimento médico veterinário possível, caso tenha algum problema de saúde. E a abordagem que integra Tratamentos Convencionais com Terapias Alternativas pode ser mais efetiva e trazer mais benefícios para a saúde integral de nossos companheiros.

anúncio

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E
GARANTA CONTEÚDOS GRATUITOS INCRÍVEIS!

não se preocupe, não vamos encher sua caixa de e-mail, tb não gostamos disso

comentários dos amantes
e tutores

Curabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Mauris blandit aliquet elit, eget tincidunt nibh pulvinar a. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta.

João Caiado

anúncio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email