anúncio

Saúde de verdade e maior longevidade para o seu cão e gato

Do focinho ao rabo: 11 passos de um checkup caseiro para você fazer em seu peludo e evitar maiores problemas

Fazer um check-up regular da saúde do seu cão ou gato é uma boa maneira de se manter atualizado sobre quaisquer mudanças em seu bem-estar que possam exigir atenção veterinária.

Cães e gatos são profissionais quando se trata de esconder a dor. É um traço ancestral que foi usado para autoproteção na natureza. Hoje em dia,  o ambiente mais “selvagem” que frequentam  pode ser apenas o parque ou o quintal dos cães, mas a característica persiste. Se o seu cão ou gato não estiver doente, é fácil supor que está tudo bem, o que significa que você pode permanecer inconsciente de quaisquer alterações no bem-estar do seu peludo. As verificações de saúde em casa podem ajudá-lo a detectar problemas antes que eles fiquem muito ruins, ou mesmo antes que sinais mais óbvios se manifestem. Siga esta lista de verificação completa e não deixe de entrar em contato com seu veterinário se notar algo fora do comum.

1. Olhos

  • Os olhos do seu cão ou gato devem estar claros, sem turvação ou mudança de cor. Os sinais vermelhos incluem muco, olhos lacrimejantes ou injetados, ou qualquer protuberância ou inchaço. Pendure um brinquedo para testar sua resposta ao movimento.
  • “Para verificar a visão de um cachorro, cubro um de seus olhos com a mão e movo um objeto na linha de visão para verificar o outro olho”, diz Rebecca Sanchez, especialista em estilo de vida animal e adotante de cães idosos.

2. Orelhas

  • “Remova a sujeira e a cera com um pano macio umedecido com uma solução específica para pets”, diz Denise Fleck, especialista em segurança de animais de estimação e instrutora de cuidados com animais. “Se você notar vermelhidão, odor desagradável ou algo  que se pareça com borra de café, leve o gato ou o cachorro ao veterinário. Isso pode significar uma infecção por fungos ou ácaros da orelha, e esses requerem tratamento. ”
  • Teste a audição do seu cão ou gato com outra pessoa fazendo barulho enquanto você observa a reação.
Cães e gatos são profissionais quando se trata de esconder a dor. É um traço ancestral que foi usado para autoproteção na natureza.

3. Nariz

  • Um nariz escorrendo, crostas, espirros ou bolhas de muco são sinais de um problema. Os narizes não devem estar secos ou excessivamente molhados.
  • A respiração deve ser clara, sem esforço ou chiado.

4. Dentes

A saúde bucal pode afetar todo o bem-estar do seu animal, portanto, não ignore essa parte.

  • Procure acúmulo de tártaro e dentes quebrados, soltos ou desgastados.
  • Mudança no apetite ou afastar-se ao ser acariciado ou tocado pode significar um dente dolorido ou que há algum  objeto estranho no animal.

5. Gengiva

As gengivas do seu animal devem ser de um rosa saudável (com exceção de raças de cães como Chow Chows, que têm gengivas pretas naturalmente pigmentadas). Quaisquer alterações, como gengivas muito mais pálidas ou avermelhadas, ou manchas brancas em gengivas normalmente pretas podem ser sinais de um problema sério e exigir cuidados veterinários.

6. Respiração

A respiração do cão e do gato não deve fazer você se afastar dele.O mau hálito é um sinal de problemas dentários.

O mau hálito é sinal de problemas dentários.

7. Língua

Sua língua deve ser rosada, sem saburra branca. (Tal como acontece com as gengivas, Chow Chows e outras raças podem ter línguas pretas ou com manchas pretas.) Quaisquer feridas ou outras anormalidades na língua requerem uma ida ao veterinário.

8. Urina e fezes

  • “O cocô é o comunicador de tudo o que está acontecendo dentro do corpo”, diz Rebecca. “Procure por mudanças na cor, consistência ou cheiro e sinais de sangue, muco e quaisquer objetos estranhos, incluindo vermes. É nojento, mas faz parte”
  • Constipação frequente e diarreia também precisam ser verificadas por um veterinário.
  • Fique de olho nos hábitos urinários do seu cão ou gato também. Houve alguma mudança na frequência com que seu cão precisa sair? A urina dele é volumosa ou escassa? Ele está se esforçando para fazer xixi? Há sangue na urina?
  • Recolher a caixa de areia do seu gato fornece uma atualização diária do seu estado urinário. Alterações na produção de urina é um sinal vermelho. O esforço ou a incapacidade de urinar é uma emergência veterinária e precisa de atenção imediata.

Os gatos podem ser notoriamente exigentes com a comida. O favorito de hoje pode não ser o de amanhã. Os cães são menos propensos a fazer uma "greve de fome", mas se o seu cão ou gato se recusar a comer por mais de 24 horas, uma visita imediata ao veterinário é necessária, pois a causa pode ser uma obstrução. Mudanças mais graduais no apetite também precisam ser observadas - fazer anotações em seu diário a cada exame de saúde pode ajudá-lo(a) a detectar esses sinais mais sutis. Preste atenção em quanta água ele bebe também. Muito pouco e ele pode ficar desidratado. Muito pode ser um sinal de doença, como diabetes ou Cushing.

9. Pele e pelos

  • Uma pelagem seca e quebradiça ou perda de pelo pode sinalizar uma deficiência alimentar ou outro problema subjacente.
  • A pele vermelha, com coceira e inflamada também precisa ser cuidada, juntamente com feridas que não cicatrizam, ressecamento, descamação ou mau cheiro ou alterações de pigmento.
  • Cães enrugados (por exemplo, pugs e bulldogs) e gatos (por exemplo, raças Esfinge ou Rex) precisam ter suas dobras de pele regularmente verificadas – essas áreas são úmidas e escuras e podem ser um terreno fértil para bactérias.
  • Um pelo oleoso emaranhado em um gato pode significar que ele está tendo problemas para se limpar.

10. Procure por caroços ou protuberâncias

Dê ao seu cão ou gato uma massagem da cabeça ao rabo para verificar se há caroços e inchaços anormais em qualquer parte do corpo. Animais mais velhos geralmente desenvolvem caroços de gordura, mas ainda é uma boa ideia que essas anomalias sejam examinadas pelo veterinário, especialmente se estiverem crescendo ou sangrando.

11. Articulações

Como estão as articulações dele? verifique a postura e a marcha do seu cão ou gato. Ele está mancando ou favorecendo um membro? Ele parece rígido quando se move ou quando se levanta da cama ou da posição sentada?

“Quando um cachorro desacelera em caminhadas ou para e se recusa a ir mais longe, ele pode estar com dor, não está apenas sendo preguiçoso”, acrescenta Susan Nilson. “Qualquer mudança de comportamento como essa deve ser verificada por um veterinário. Os gatos podem se sentir menos capazes de pular no sofá ou em superfícies altas, ou tornar-se menos ativos’. Dores nas articulações e perda de flexibilidade também podem ser o motivo pelo qual um gato está tendo problemas para se manter limpo.

Este texto é uma tradução adaptada de “A home health check for your dog or cat”.

Aviso de segurança: A PetMe é um site meramente informativo. Portanto, todas as informações, dicas e sugestões nele contidas não substituem, em absoluto, a consulta a qualquer especialidade médico-veterinária.

Alimentação Natural

A Prevenção é sempre o melhor remédio. E a Nutrição é a base de uma ótima saúde. Entenda como Alimentação Natural pode desempenhar um papel fundamental na prevenção das doenças que tiram o sono de nós, tutores de cães e gatos.

Medicina Veterinária Integrativa

Como tutores de cães e gatos, devemos garantir que nossos pets tenham acesso ao melhor atendimento médico veterinário possível, caso tenha algum problema de saúde. E a abordagem que integra Tratamentos Convencionais com Terapias Alternativas pode ser mais efetiva e trazer mais benefícios para a saúde integral de nossos companheiros.

anúncio

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E
GARANTA CONTEÚDOS GRATUITOS INCRÍVEIS!

não se preocupe, não vamos encher sua caixa de e-mail, tb não gostamos disso

comentários dos amantes
e tutores

Curabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Mauris blandit aliquet elit, eget tincidunt nibh pulvinar a. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta.

João Caiado

anúncio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email