anúncio

Saúde de verdade e maior longevidade para o seu cão e gato

Gatos podem ser vegetarianos ou veganos?

Se você escolheu um estilo de vida vegano, isso é ótimo. Se você quer que seu animal de estimação seja vegetariano também, pegue um coelho. Ou uma chinchila (...). Esses animais prosperam sendo veganos: é sua herança. Mas cães e gatos, não.

Barbara Royal, veterinária integralista Tweet

Um gatinho deu entrada no hospital, estava extremamente fraco e em péssimo estado. Quase não respondia aos estímulos. Por pouco, não morre.  Os tutores, embora bem intencionados, o alimentavam com uma deita à base de batatas, leite de arroz e macarrão.  Provavelmente, o faziam como reflexo de seus próprios hábitos. A equipe do hospital, então, forneceu ao gatinho fluidos intravenosos, uma almofada térmica e carne para comer. Ele ficou três dias internado, e quando os tutores vieram buscá-lo, receberam carne para alimentar o gatinho em casa.

É importante não estende nossos hábitos alimentares aos nossos gatos. Ao contrário de nós, eles precisam de proteína animal para sobreviver

As razões que as pessoas dão para se tornarem vegetarianas ou veganas são diversas. Primeiramente, é o desejo de se tornar mais saudável e prevenir ou acabar com a crueldade contra os animais. Esses são motivos admiráveis, mas estender esse desejo ao seu gato, um carnívoro obrigatório, é uma receita para o desastre. Esses tutores de gatos não percebem que, ao tentarem converter seu companheiro felino em um ‘carnívoro vegan’, eles próprios estão infligindo crueldade a seus gatos. Ao fazer isso,  desrespeitam e vão contra a verdadeira natureza dos bichanos.

O gato doméstico é um carnívoro obrigatório

Para os felinos, comer carne é biologicamente essencial para a sobrevivência Nem todos os carnívoros são carnívoros obrigatórios. Na verdade, a maioria não. Mas os gatos são. Como carnívoros obrigatórios, os gatinhos não conseguem digerir alimentos vegetais de forma eficiente, nem os alimentos vegetais fornecem os nutrientes que os felinos precisam.

Pra começo de conversa, a proteína animal contém todos os aminoácidos de que os felinos precisam. Aminoácidos são blocos de construção das proteínas. As proteínas vegetais NÃO contêm todos os aminoácidos essenciais para a saúde dos carnívoros obrigatórios. E, ao contrário dos humanos, que podem transformar proteínas vegetais nas peças que faltam para um perfil de aminoácidos completo, os gatos não têm essa capacidade.

Um dos aminoácidos que faltam nas plantas é a taurina, encontrada na carne do músculo animal, em particular no coração e no fígado. A deficiência de taurina causa sérios problemas de saúde em gatos, incluindo doenças cardiovasculares e cegueira. Alguns donos de gatos acreditam que podem alimentar seu animal de estimação com uma dieta vegetariana ou vegana e adicionar um suplemento de taurina. Isso equivale a comer apenas alface americana e tomar um multivitamínico sintético. Essa vitamina possivelmente não vai compensar todos os nutrientes que faltam em uma dieta só de alface.

A qualidade da proteína que você fornce ao seu gatinho é muito importante. Ela precisa ter um alto valor biológico.

A qualidade da proteína que você alimenta seu gato também é importante. O valor biológico (VB) de uma proteína mede a biodisponibilidade de seu conteúdo de aminoácidos. Proteínas de melhor qualidade têm valores biológicos mais altos, o que significa que são mais fáceis para o corpo de digerir, absorver e serem usadas adequadamente. As proteínas de carnes de músculo animal normalmente têm VB alto, enquanto as proteínas de focinhos, bicos, pés e caudas têm valor biológico zero porque são totalmente indigestas.

Os tutores também precisam evitar fontes de proteína que não sejam de carne, por exemplo, soja e milho, já que esses alimentos não são espécies adequadas para gatinhos.

Lembre-se: não é apenas a quantidade de proteína que é importante. Também a fonte (para carnívoros deve ser animal) e a biodisponibilidade. Uma comida fresca, não processada, de preferência músculo cru e carne de órgão é ideal para gatos (e cães) saudáveis.

Por que carboidratos não são adequados para os gatinhos

Os gatos não são projetados para comer carboidratos e, de fato, seus corpos não produzem as enzimas necessárias para digeri-los.

Os únicos carboidratos que os gatos na natureza comem já foram digeridos por suas presas. Quando um felino selvagem come uma presa, o conteúdo estomacal da presa contém certa quantidade de carboidratos já digeridos. Isso porque o sistema digestivo do seu gato não foi projetado para quebrar os vegetais para liberar os nutrientes que eles fornecem.

Enquanto os onívoros e herbívoros têm digestão mais lenta, nos carnívoros obrigatórios, a comida passa rapidamente (em poucas horas) pelo trato gastrointestinal. É por isso que seu gatinho é projetado para comer quantidades relativamente pequenas de alimentos altamente digeríveis e energéticos. Eles fornecem níveis ideais de vitaminas, minerais e micronutrientes. Em outras palavras, carne animal.

ATENÇÃO: A dieta crua só é recomendada para cães e gatos saudáveis. Caso queira mudar de alimentação do seu gato, é prudente que você o leve para uma consulta no veterinário e faça os exames necessários. Para cães e gatos com qualquer problema de saúde, o ideal é um acompanhamento mais próximo de seu veterinário e uma prescrição de dieta individualizada. 

Aviso de segurança: A PetMe é um site meramente informativo. Portanto, todas as informações, dicas e sugestões nele contidas não substituem, em absoluto, a consulta a qualquer especialidade médico-veterinária.

Este texto é uma tradução adaptada dos seguintes artigos:

When Pets Don’t Get Enough of The Right Kind of Protein

There’s No Such Thing as a Vegan Cat

Para lê-los no original e na íntegra, é só clicar nos links acima 🙂

Alimentação Natural

A Prevenção é sempre o melhor remédio. E a Nutrição é a base de uma ótima saúde. Entenda como Alimentação Natural pode desempenhar um papel fundamental na prevenção das doenças que tiram o sono de nós, tutores de cães e gatos.

Medicina Veterinária Integrativa

Como tutores de cães e gatos, devemos garantir que nossos pets tenham acesso ao melhor atendimento médico veterinário possível, caso tenha algum problema de saúde. E a abordagem que integra Tratamentos Convencionais com Terapias Alternativas pode ser mais efetiva e trazer mais benefícios para a saúde integral de nossos companheiros.

anúncio

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E
GARANTA CONTEÚDOS GRATUITOS INCRÍVEIS!

não se preocupe, não vamos encher sua caixa de e-mail, tb não gostamos disso

comentários dos amantes
e tutores

Curabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Mauris blandit aliquet elit, eget tincidunt nibh pulvinar a. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta.

João Caiado

anúncio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email